Documento Italiano

histórias: Quem somos?

Publicado em 08/11/2018

Olá, sou o Fabricio, tenho 42 anos e sou cidadão ítalo-brasileiro. Nasci em Vacaria, no Rio Grande do Sul, mas minha descendência italiana provém da família materna, do litoral de Santa Catarina. Sou graduado em Comunicação Social habilitação Publicidade e Propaganda e pós-graduado em Administração.

 

No ano de 2006 descobri que tinha direito à cidadania italiana e comecei, por conta própria, a buscar os documentos necessários. Foram dois anos de pesquisas com familiares, cartórios, igrejas, círculos italianos de Santa Catarina e Cúria Metropolitana em Florianópolis.

 

Fiz o reconhecimento da cidadania diretamente na Itália, em 2008, com o apoio de uma assessoria. Minha esposa Tati foi comigo e passamos quase três meses estudando a língua italiana, fazendo amigos e conhecendo cidades de norte a sul do país. Em 2009 retornamos por alguns dias fazer meu passaporte e passear mais um pouco.

 

Em 2012 moramos na Itália por nove meses, em Padova e Firenze.  Até que a Tati, que é arquiteta, foi chamada em um concurso público no Brasil, na área que ela adora, preservação do patrimônio cultural. Foi uma decisão difícil, mas voltamos ao Brasil em dezembro.

 

Em 2017 fiz um curso de busca de documentos para a cidadania italiana, o que acentuou muito nossa vontade de voltar. Em outubro de 2018 compramos as passagens para fevereiro de 2019, onde teremos residência novamente em Padova, norte da Itália. Mas desta vez não temos dúvida: iremos para ficar!

 

Contagem regressiva! =)